top of page

Lisboa apresenta "Plano de Ação Climática Lisboa 2030" por uma cidade mais sustentável

Atualizado: 25 de ago. de 2021



A Câmara Municipal de Lisboa (CML) apresentou para consulta pública o seu Plano de Ação Climática Lisboa 2030 (PAC Lisboa 2030).


Plano de Ação Climática Lisboa 2030
PAC Lisboa 2030

Segundo o relatório do PAC Lisboa 2030, o problema das alterações climáticas constitui um dos maiores desafios da sociedade contemporânea, exigindo respostas concretas a vários níveis, nomeadamente ao nível da eficiência energética, da valorização das energias alternativas ou do planeamento ambiental.


No mesmo relatório, consta que as cidades são responsáveis por 75% das emissões de CO2. Desta forma, estas têm uma responsabilidade acrescida na criação de soluções de mudança.


Como tal, a CML desenvolveu um plano que visa:

  • Reduzir as emissões de Gases de Efeito de Estufa (GEE) em 70% entre 2002 e 2030 e atingir a neutralidade climática em 2050.


  • Adaptar a cidade a eventos climáticos extremos, aumentar a sua resiliência aos riscos climáticos e a capacidade de resposta a crises e choques.


  • Combater as desigualdades, garantindo uma transição justa e inclusiva: um combate centrado na erradicação da pobreza energética, assumindo como setores prioritários a habitação, mobilidade e alimentação, bem como o acesso a eletricidade renovável.


Para o efeito, estão pensadas as intervenções em 8 áreas sectoriais: Edifícios, Transporte e Mobilidade, Energia e Produção Local, Resíduos, Infraestrutura Verde, Água, Ordenamento do Território e Segurança.


Com este PAC, Lisboa assume-se como: "Uma cidade comprometida com o futuro. Uma cidade neutra em carbono, resiliente e inclusiva: adaptada no presente, a preparar o futuro."


O Plano de Ação Climática Lisboa 2030 que inclui as metas e medidas a adotar por parte da cidade, pode ser consultado através do website da CML, até ao dia 8 de agosto de 2021.


_________






0 comentário

תגובות


bottom of page